sexta-feira, 18 de julho de 2008

- Alteração de morada - Parte 1

Esta semana aproveitei algum do pouco tempo livre para ir actualizar a minha morada actual em alguns documentos, pois preciso de adquirir um dístico de morador para não ter de pagar quando estaciono o meu carro na rua onde moro.

Bem, logo aqui a situação já não me agrada!!!
Mas quem é que tem o direito de me dizer que eu não posso estacionar na rua onde moro?
Por acaso compraram a rua?
Depois se estaciono e não pago, sou multado!(o que já aconteceu há uns episódios atrás... 3 multas = 90€)

Ora, lá fui eu até à loja do cidadão, balcão do Registo Automóvel e por milagre só aguardei 3 minutos até ser atendido. Pensei logo que o dia estava a correr bem, não é todos os dias que tal coisa acontece... entretanto estou à espera que a Sra que me estava a atender inserisse os dados no computador, quando de repente ela me pergunta: "São 33€, vai pagar em dinheiro ou cartão?"
Pronto! esta foi a altura que eu pensei: "Porra, eu sabia que não existem dias que correm bem!"
Respirei fundo e calmamente respondi à Sra que pagaria com cartão multibanco.
Paguei, saí e dentro de 1 semana devo receber um novo Documento Único Automóvel por correio.

Acho piada (no fundo não acho piada nenhuma é mais uma forma de expressão): eles é querem saber onde é que eu moro e quando eu decido ser simpático (ao fim de 6 meses) e actualizar a minha morada, (EU) ainda tenho de PAGAR para isso?
isto é um roubo em cadeia... ou é só impressão minha?

Na próxima semana quero ver se altero a morada da carta da condução.
Por acaso hoje em conversa com uma amiga, ela disse-me que o custo de uma nova carta de condução são 60€... se realmente se confirmar, acho que desisto da ideia do dístico e simplesmente continuo a estacionar numa rua um pouco mais longe, onde não se paga.

Pagar, pagar, pagar, pagar.... estou um bocado farto de adormecer e acordar no dia seguinte ainda a fazer contas à vida e viver tudo a prestações com juros e iva.