terça-feira, 24 de junho de 2008

- confiança em melhorias...



Se quiserem leiam a nOticia completa.

depois de ler isto, só me apetece rir... deparo-me então com algumas inevitáveis questões na minha mente:

- será que fizeram(Comissão Europeia) mesmo este estudo? não bastava passarem 15 dias em portugal para perceber isto?
tipo 1+1=2(neste caso especifico, diria que 1 + 1 = ZERO...Portugal, tas a ver?!)

- 15% dos "portugueses inquiridos" acreditam que a situação vai melhoraR?
bem, agora ocorreu-me que estes 15% são pessoas que:
ou têem muito dinheiro e investiram no estrangeiro;
ou são pessoas que já estão tão mal que acham que só pode melhorar (do género não têm comida, nem casa, nem dinheiro, vão tentar ser presos para melhorarem de vida... passam a ter comida e casa, dinheiro não, mas na prisão não há necessidade financeira!);
ou então são pessoas loucas. Fizeram um questionário perto de um centro de reabilitação de pessoas completamente loucas e que vivem trancadas na sua mente, sem qualquer percepção do que se passa... só pode!!!

Sinceramente, acho que há noticias que realmente só servem para isto, para provocar uma gargalhada e então pensarmos no problema seguinte.

enfim.

animador hein?!

.....

Actualização(10h depois voltei a pensar nisto):

AAAhhhhh!!! Já percebi! 15% dos inquiridos vai de certeza para o estrangeiro nos próximos 12 meses! Agora sim, faz sentido. Peço desculpa por ter chamado loucos a pessoas tão visionárias!
Boa viagem, vemo-nos por aí em breve..

sábado, 14 de junho de 2008

- O futuro das doenças...

Era uma vez... algures numa cidade pequena:

Filha: Mãe, doi-me a cabeça...
Mãe: Doi o quê? ... vê lá, não adoeças esta semana!
Filha: Porquê?
Mãe: Porque na tenho dinheiro para medicamentos... so recebo sexta-feira!



É claro que foi em tom de brincadeira mas levou-me a pensar que tem a sua verdade. A vida ainda não está tão má que não haja dinheiro para medicamentos, mas se as coisas continuam a piorar desta maneira, teremos que pedir autorização para adoecer... diria até, que teremos de adoecer por turnos. Ridicularizando e explicando através de um exemplo:

Pai: Ora, tou aqui a ver o calendário cá de casa... os filhos podem ficar doentes esta semana e na semana seguinte é a minha vez! Daqui a 3 semanas é a semana da avó ficar doente - esperemos que nao morra, mas aviso já que se morrer eu fico com as semanas dela!!! - Entretanto vou já preenchendo os papeis para meter baixa... não vá o diabo tecê-las!

ahahahah
é um pouco estupido mas náo é impossivel...

sexta-feira, 6 de junho de 2008

- viva... a selecção dos patriotas!

Ontem recebi uma imagem por email que preencheu toda este espaço vazio que sinto por olhar à volta e ver esta falta de noção que as pessoas tÊm em relação a certas e determinadas coisas...tipo o futebol e a "vossa selecção" (é vossa porque eu nao a comprei nem sequer tenho acçoes por isso nunca foi nem quero que seja minha! - obrigadinho de qualquer das maneiras).




Este mês para mim vai ser infernal!

Vou voltar a ver bandeiras nas janelas e nos carros do país desta gente tão patriota que:
- morre à espera de consultas médicas e operaçoes;
- recebe pouco, paga muito mas todos os anos vai de ferias para fora(ou para o algarve - com a quantidade de cámóns que lá ha, para mim, já deixou de ser parte deste país);
- elege um primeiro ministro e ao fim de uns tempos, descobre que afinal o "sr" nao é engenheiro;
- vive sempre com a corda ao pescoço - financeiramente falando - mas vai "à bola" ou ao "rock in rio" e faz questão de escrever "EU VOU" no nome do messenger;
- dá mais importancia ao futebol do que a poupar luz ou agua para ajudar o planeta;
- nunca tem dinheiro mas a maioria das pessoas tem 2 telemóveis porque de facto é mais barato ter 2 do que 1 só;
- tem dividas enormes mas dinheiro para fumar e "beber um cafézinho ou um copo" nunca falta;
- tem uma das maiores taxas de desemprego da europa e uma grande fatia desse bolo é gente com um curso universitário;
- se queixa do desemprego mas recusa trabalhos fora do seu ramo porque "nao sao para eles" ou "nao tem jeito para isso";
- quando algo corre mal, a primeira frase que grita é "isto realmente só em portugal!";
- em grande parte é analfabeta;
- tem uma média de notas escolares a matematica que ronda o 5, numa escala de 0 a 20 e inclusivamente ha politicos que em entrevistas para os media dizem que 3 x 15 sao 18 e o resto é questão de fazer as contas;

entre outras coisas que nao vou falar pois ficaria aqui até amanha de manhã + iva( o iva é outro topico desta lista, nao?!) mas (in)felizmente tenho de ir trabalhar...

nao quero que todo o mundo desista de apoiar o futebol, se nao vamos ter estadios "lindissimos"(que ficam muito bem dentro da TV aos fins-de-semana) e eventos internacionais de grande calibre a serem desperdiçados e em vez disso terá de ser investido dinheiro na construção de hospitais e vias de trasporte, que chatisse!
mas pensem um pouco na euforia estupida que é quando chegam estas alturas... pensem por exemplo que voces gastam dinheiro nas imperiais e nos bilhetes e eles(jogadores) ganham por minuto mais de 100 vezes do que voces gastaram.
... e de tao patriotas que são, a maioria joga no estrangeiro!!!

quinta-feira, 5 de junho de 2008

- dêem os nomes certos ás coisas!

No outro dia fui até ao continente(hipermarket, you know?) decidido a comprar e comer uma torta!
Lá fui eu, a divagar pelo caminho, a pensar no quao bom e delicioso ia ser o momento em que eu metesse as minhas maos na desgraçada, quando me lembrei-me que realmente a torta é um bolo que pronto, sim senhor: tá ali, enroladinha no canto dela, com o seu açucar e o seu creme seja la ele de que sabor for... nao se chateia... cabe num prato pequeno sem problemas, enfim sempre pronta para ser comida por um goloso como eu!
Até aqui, tudo bem! O meu problema começou quando cheguei ao balcão onde estavam os bolos e com o desenvolvimento do meu pensamento me ocorreram as seguintes questoes:

- chama-se torta, mas na verdade está enrolada! Porquê? quem foi o idiota?
- é designada "torta" -> feminino - mas na verdade considera-se como "um bolo".(serão duvidas existenciais? ou temos aqui um caso muito parecido com o da roberta close mas desta vez no ramo alimentar? se calhar ela antes era masculino, depois transformou-se em feminino e como a coisa não correu bem, enrolou-se!!!)

Devia de se chamar "Enrolada"! ...embora "enrolada de Azeitao" nao fosse soar muito bem!



Quer dizer, agora que olho para a coisa deste ponto de vista, aqui sentado, em frente ao PC... estas questões até me parecem um pouco... hmmm... qual é a palavra? ... ESTÚPIDAS! pois talvez... mas o certo é que me ocorreu e não resisti, tive de partilhar!

PS. comi-a toda!!!!

terça-feira, 3 de junho de 2008

- blogar!

Quando escrevo aqui, tento nao pensar em quem por aqui passa ou até mesmo se alguem alguma vez aqui passa!
mas a verdade é que mais tarde ou mais cedo, oiço sempre um comentario ou dois a dizer que leram o meu blog... fico de imediato (quase) em panico.

EU: "Leste? mas porque? nao era para tu leres..." -(pergunta inteligente nao é?!)
ALGUEM: "entao mas tens um blog e nao queres que as pessoas o leiam? porque é que escreves então?"
EU: "eu escrevo para desconhecidos! nao tenho assim tanta confiança no que escrevo para dar a cara!"

e realmente é assim que penso.
escrevo sem me preocupar se alguem vai ler ou nao.
e caso alguem leia e tenha 10 ou 50 anos, seja homem ou mulher, inteligente ou burro, maturo ou imaturo, etc, nao me faz diferença.
nao faço questão de criar um blog só para agradar leitores mas sim para me expressar e libertar as coisas que me passam pela cabeça.
livre.
solto.
se me apetecer escrever caralhadas, escreverei.
se me apetecer ficar calado, nem por aqui passo.
se tiver com vontade de ser formal, formal serei, carissimos!
free style.
quem quiser que leia.
quem quiser que navegue para outro bolg.
Acho que o mundo dos blogs tem essa vertente boa: todos podem escrever o que quiserem e todos podem ler apenas o que quiserem.
este é o meu espaço.
com letras, numeros, imagens, caracteres marados e até com cenas que nao sei descrever por palavras...
com erros ortograficos, erros de sintaxe e até erros de calculo e outros inumeros erros humanos.
é aqui que divago e contribuo para o acumular o lixo que ha neste mundo que é a internet.
onde todos escrevem.
onde todos têm direito ao seu espaço ilimitado de antena para fazer o que lhes der na telha.
em portugues, chines, alemao ou mesmo portunhol!
pronto...
decidi que a partir de hoje escrevo para o mundo inteiro!!!
nao apenas para desconhecidos.
quando me perguntarem se tenho blog, direi SIM e darei o endereço de seguida.(claro que avisarei primeiro que sou um pouco louco e posso chocar as pessoas mais sensiveis)
Se pudesse, o meu blog ofereceria bebidas a quem por aqui passa...
mas nao, o maximo que faz é massagens visuais e mentais.
nao sao massagens de relaxamento.
sao massagens expressivas com aroma a gargalhada, outras poucas vezes aroma a stress.


diria até, só para terminar, que embora seja possivel deixar comentarios nesta pagina, maioritariamente nao os recebo... nao é necessáriamente mau. ás vezes prefiro nao ter comentarios do que ter aqueles comentarios negativos que so destroiem a minha auto-confiança(ou o que resta dela) e mesmo que sejam negativos, pelo menos que sejam construtivos, nao apenas para mandar a baixo mas para me ajudar a melhorar.

eu sei que as pessoas passam por aqui.. tenho dezenas de clicks por dia! A tecnologia ajuda-me a controlar estas visitas anónimas. nao fosse eu um puto dos computadores!

desafio-vos hoje, a expressarem a vossa opiniao!
comentem-mos!