sexta-feira, 31 de agosto de 2007

pequena duvida

ora...

dizemos sandeS, entao e isto é singular ou plural?

1sandE, 2 sandeS...ou 1 sandes, 2 sandeses?

tou confuso.

domingo, 12 de agosto de 2007

Breves pontos negativos das mães...

Bem, vou começar por criticar todas as mães(tipo a minha) q não são capazes de escrever uma mensagem escrita decente. do género, ela quer mandar msg para mim a refilar q eu n lhe telefono à mt tempo... o resultado da msg é algo assim:

"ola filho tudo bem mae ta boa tu n dizes nada tempo algum"
TRADUÇAO:
"Ola filho, tudo bem? a mae tá boa. tu ja n dizes nada ha algum tempo!"

e eu olho para aquilo e penso: "hmmm e escola nao?...what??? oq é q esta gaja quer? Fogo, nunca mais aprende a usar a porra da virgula, o ponto de interrogação, exclamação e o ponto final!"
....enfim, axo q n é a unica mãe assim, tenho uma amiga minha q tbm ja se queixou disso… mães!!
...
Outra coisa q me irrita é o facto de quando apresentamos a namorada à mae, oq é q vem logo á conversa??
mae:"ah, o meu filho qndo era pequenino fazia aquilo e n sei q…"
...
e se As(mãe e namorada)deixarmos juntarem-se em casa da mãe, logo logo aparece um álbum de quando eramos bébés.. depois vêm aquelas historias mtaaaaaaaaa velhiiiiiinhas q nos envergonham e pronto.. a nossa moral simplesmente saí e bate com a porta...

mãe:"tas a ver esta foto... aqui era qndo o ricardo tinha x anos. ele costumava brincar com uns carros assim e depois ia fazer aquilo..."
...

NAAAAAAAAAAAOOOOOO!!!

pior mas mesmo pior é qndo surge aquela foto em q ainda eramos recem nascidos e na altura de mudar a fralda, alguém se lembrou de tirar uma foto, todo nu!!!(foto da praxe!)

Epa! isso é mesmo para nos fazer sentir "pequeninos"!
só de pensar nisso chego a ficar sério! por isso aceitem este conselho, se tão a pensar apresentar a mãe á namorada, façam-no por telefone ou assim na rua mas algo q n dê mt tempo para conversas "do antigamente". Quer dizer, acho q isso é impossível n acontecer.. mas pronto, n custa tentar.
....
bem, acho q o post já vai longo.. por hoje chega de "bater nas mães".
...
ate á próxima.

R.