quarta-feira, 26 de dezembro de 2007

- só para relembrar...

continuo a manter a minha opinião e este ano até expandi a lista de argumentos pelso quais o natal nao devia existir mas nao me sinto pronto para exprimir aqui essa lista, ainda ofendo alguem. melhor guardar para um dia destes.

entrtanto, nunca é demais relembrar o que expliquei ha 1ano atrás: http://ricardoaxe.blogspot.com/2006/12/porra-do-natal.html

Obrigado pela visita!

quinta-feira, 20 de dezembro de 2007

pensem la bem nisto...

"Sofremos muito com o pouco que nos falta e gozamos pouco o muito que temos."

William Shakespeare

quinta-feira, 29 de novembro de 2007

- por acaso até concordo...

"Portugal é um país de difíceis decisões. Portugal é um lugar do Mundo, onde é forte a implicação de cada cabeça em cada sentença. E quase todos os cidadãos deste país ficam zangados quando a sentença não é a da sua cabeça."

Paquete Oliveira

.

é mentira?

sábado, 24 de novembro de 2007

- Uma opinião que eu e o Napoleão partilhamos.

"Quem teme ser vencido tem a certeza da derrota."

Napoleão Bonaparte (Napoleão I)
França
[1769-1821]

sexta-feira, 23 de novembro de 2007

- O céu da boca

Duvida:

Porque é que dizemos "céu da boca"? nao era suposto o céu ser ao ar livre?

e então e porque é que não se diz "céu da casa" mas sim "tecto"?

e que tal "tecto da boca?"

ou até mesmo... "olha, hoje nao ha nuvens no tecto..." do mundo!?

quarta-feira, 21 de novembro de 2007

- Culpado ou só mais um Humano errado?

-cαтαrina' says:
Olá mano

AxE says:
ola

AxE says:
tas boa

AxE says:
?

-cαтαrina' says:
tou e tu ?

AxE says:
tbm

AxE says:
tas quase a fazer anos:)

-cαтαrina' says:
sim .. mais um ano que passa mais um que cresco .. :S

AxE says:
pois

-cαтαrina' says:
até é fixe .. mas passou tao depressa ontem ainda tinha 12 ..

AxE says:
ja tas a começar a ser pita

-cαтαrina' says:
Nao faz mal... nao me importo..

-cαтαrina' says:
a ser a pita .. hum acho que já era:P

AxE says:
pois... quanto mais crescemos, mais depressa o tempo parece que anda rapido

AxE says:
eu ainda me lembro de andar contigo ao colo!!!!!agora ja nao consigo! :S

-cαтαrina' says:
e amanha secalhar já está na hora de eu escolher o que quero da minha vida ..

-cαтαrina' says:
Hey nao estou assim tao gorda .. !

AxE says:
tas tas!!! gORHDa

AxE says:
como dizia o joao

-cαтαrina' says:
eh eh eh .. ele nao sabe o que diz!!

AxE says:
ainda tens tempo para escolheres o que queres da vida

AxE says:
tem calma cata...

-cαтαrina' says:
ya .. mas isto está a ir muito depressa!!!

AxE says:
vai tentanto ter calma e aguentando...a vida nem sempre é facil, e respirar fundo e ter calma ajuda

---------------------------------------------------------

eu com 13 anos nao me preocupava com o que queria fazer da vida...queria era ir para a rua para jogar ao berlinde, ao peao, ao diablo...

outro aspecto interessante e o que de facto me assusta mais agora é simplesmente o sentimento de culpa.

"culpa do quê?" perguntam voces!

culpa...
Tenho aquela coisa a que chamam consciência (é verdade, por incivel que pareça, tenho mesmo!), que neste momento me bombeia a frase "será que és um bom irmão?" para a cabeça constantemente.
É uma pergunta um tanto ao quanto estupida.
Penso que nao há "bons irmãos" ou "maus irmãos". Há irmãos mais proximos que outros e confesso que não sou muito apegado à minha irmã, nao o tanto quanto deveria e segundo a estupida da minha consciência, isso arrasta-me para o grupo dos "maus irmãos". Aqueles que não estão presentes nos momentos necessários, aliás, na maior parte dos momentos no meu caso. Agora que penso bem nisso, ate me sinto um pouco uma pessoa invejosa, por querer o melhor para mim e ter investido em mim e em experiencias e não ter pensado nas minhas irmãs, que se calhar precisam mais de mim, do que eu preciso das experiências que já vivi até agora.

O pensamento é uma armadilha, quanto mais penso, mais me afundo nos pensamentos, embora saiba que provavelmente após uma longa divagação e umas quantas coca-colas a coisa passa... e tenho mais uns meses de paz sem sentir esta culpa. pelo menos mais um mês, até ao meu irmão de 3 anos,fazer os 4!

Sou o meu pior inimigo. Confirma-se!

vou continuar a divagar sozinho por agora...

Humano, mais uma vez, és muito Limitado!

terça-feira, 13 de novembro de 2007

- só mais uma duvidazita...

Duvida:



Expliquem-me por favor qual é a rua sem saida que não tem estacionamento limitado!!!
Um rasgo de inteligencia patrocinado pela lousã.

Grato.
R.

- Apenas uma divagação...



Desde quando é que deixaram de haver pessoas interessantes ao virar da esquina e temos de procura-las na Internet?

Acho engraçado o rumo que as coisas seguem por vezes... diria mais que engraçado. Diria talvez hilariantemente estúpidas, deixando de usar a ironia por momentos.

como é possível uma pessoa sentir-se mais acompanhado com estranhos do que com "amigos" ou a própria família?

Andam todos ocupados, toda a gente tem uma vida própria e mil "a fazeres" como se não houvesse amanhã.

Estranho como se fazem escolhas de prioridades hoje em dia.

não critico. tento não fazer o mesmo.

Ser Humano... animal limitado!

e eu que ainda acredito em certas coisas...

segunda-feira, 5 de novembro de 2007

- duvida da minha prima...

Ora, sendo a minha prima parte da minha familia e de alguma maneira ter genes que derivam de onde os meus tambem vieram algures na nossa arvore genealogica esta questao que ela decidiu fazer-me hoje, podia perfeitamente ter sido composta por mim mesmo.
ainda tentei argumentar mas acabei so por sorrir e dizer-lhe que esta era uma daquelas brilhantes questoes que provavelmente nunca ninguem se lembrou.

Ela - "porque é que quando nos chateamos dizemos asneiras?"
Eu - "porque estamos de mau humor e queremos dizer coisas más!"
Ela - " e porque é que queremos dizer coisas más? isso nao é bom, nao somos pessoas más!"
Eu - "pois... realmente podiamos dizer coisas tipo 'doce de morango' ou 'borboletas e flores da primavera' mas nao, dizemos 'f3%#!?%' e coisas piores..."
Ela - "exacto, mas porque?"
Eu - "essa é mais uma daquelas boas perguntas."

alguem tem sugestoes?

sábado, 27 de outubro de 2007

- Texto de Miguel Esteves Cardoso in Expresso

"Há coisas que não são para se perceberem. Esta é uma delas.Tenho uma coisa para dizer e não sei como hei-de dizê-la. Muito do que se segue pode ser, por isso, incompreensível. A culpa é minha. O que for incompreensível não é mesmo para se perceber. Não é por falta de clareza. Serei muito claro. Eu próprio percebo pouco do que tenho para dizer. Mas tenho de dizê-lo. O que quero é fazer o elogio do amor puro. Parece-me que já ninguém se apaixona de verdade. Já ninguém quer viver um amor impossível. Já ninguém aceita amar sem uma razão.
Hoje as pessoas apaixonam-se por uma questão de prática. Porque dá jeito. Porque são colegas e estão ali mesmo ao lado. Porque se dão bem e não se chateiam muito. Porque faz sentido. Porque é mais barato, por causa da casa. Por causa da cama. Por causa das cuecas e das calças e das contas da lavandaria. Hoje em dia as pessoas fazem contratos pré-nupciais, discutem tudo de antemão, fazem planos e à mínima merdinha entram logo em "diálogo". O amor passou a ser passível de ser combinado. Os amantes tornaram-se sócios. Reúnem-se, discutem problemas, tomam decisões. O amor transformou-se numa variante psico-sócio-bio-ecológica de camaradagem. A paixão, que devia ser desmedida, é na medida do possível. O amor tornou-se uma questão prática. O resultado é que as pessoas, em vez de se apaixonarem de verdade, ficam "praticamente" apaixonadas.
Eu quero fazer o elogio do amor puro, do amor cego, do amor estúpido, do amor doente, do único amor verdadeiro que há, estou farto de conversas, farto de compreensões, farto de conveniências de serviço. Nunca vi namorados tão embrutecidos, tão cobardes e tão comodistas como os de hoje. Incapazes de um gesto largo, de correr um risco, de um rasgo de ousadia, são uma raça de telefoneiros e capangas de cantina, malta do "tá bem, tudo bem", tomadores de bicas, alcançadores de compromissos, banancides, borra-botas, matadores do romance, romanticidas.
Já ninguém se apaixona? Já ninguém aceita a paixão pura, a saudade sem fim, a tristeza, o desequilíbrio, o medo, o custo, o amor, a doença que é como um cancro a comer-nos o coração e que nos canta no peito ao mesmo tempo? O amor é uma coisa, a vida é outra. O amor não é para ser uma ajudinha. Não é para ser o alívio, o repouso, o intervalo, a pancadinha nas costas, a pausa que refresca, o pronto-socorro da tortuosa estrada da vida, o nosso "dá lá um jeitinho sentimental".
Odeio esta mania contemporânea por sopas e descanso. Odeio os novos casalinhos. Para onde quer que se olhe, já não se vê romance, gritaria, maluquice, facada, abraços, flores. O amor fechou a loja. Foi trespassada ao pessoal da pantufa e da serenidade. Amor é amor. É essa beleza. É esse perigo. O nosso amor não é para nos compreender, não é para nos ajudar, não é para nos fazer felizes. Tanto pode como não pode. Tanto faz. é uma questão de azar. O nosso amor não é para nos amar, para nos levar de repente ao céu, a tempo ainda de apanhar um bocadinho de inferno aberto. O amor é uma coisa, a vida é outra."

Texto de Miguel Esteves Cardoso in Expresso

A coisa continua mas esta é a minha parte preferida... decidi partihar.

segunda-feira, 22 de outubro de 2007

E se....

E se eu nao quiser mais ser eu proprio?
E se eu nao quiser ser outra pessoa?
E se eu nao quiser conhecer mais ninguem?
E se eu nao quiser mais ver as pessoas que já conheço?
E se eu nao quiser ficar aqui?
E se eu nao quiser ir a mais lado nenhum?
E se eu estiver farto de pensar?
E se eu estiver farto de escrever?
E se eu estiver farto de agir?
E se eu estiver farto de andar?
E se eu estiver farto de falar?
E se eu estiver farto de ver?
E se eu estiver farto de aprender?
E se eu estiver farto de evoluir?
E se eu estiver farto de sentir?
E se eu estiver farto de sobreviver?

E se...

domingo, 21 de outubro de 2007

o "purtguês" que se fala...

Concordo... Eu proprio tenho a minha lista de palavras "bem dizidas" que oiço por aí no dia a dia!

Carreguem no "Play" e oiçam com atenção.



em alternativa clickem aqui em baixo
http://videos.sapo.pt/G2v2sU039M6D5vUM4v0D


LOLOL farto-me sempre de rir quando oiço estas verdades...

sábado, 20 de outubro de 2007

A melhor maneira de começar um sabado!

A melhor maneira de começar um sabado é trocar um pneu furado, por um pneu careca!
Ficar com as maos todas pretas... maos há homem... por momentos quem me visse ate diria "epa, lá está um puto trabalhador! Sabado de manha, 10h e já tá aqui todo fresco a mudar pneus, maluco!"

segue uma foto do amigo que decidiu ser furado em pleno tunel do grilo por volta das 2h da manha a uma velocidade de 90km/h. depois de vazio ainda fez cerca de 5km à estonteante velocidade de 10km/h! upa upa, pirelli é um pneu fantastico!



Ora, eu ja tinha dito que ia comprar 4 pneus novos na 2a feira mas dados estes acontecimentos, foi mesmo sabado de manha!

13h e ja o meu carrito tem 4 pantufas redondas novas, agora vamo'lá ver como se portam os pneus uniroyal... com U.
Pneu tropical rarissimo... uniroooooyaaaaaallll fresquinho! nao havia pneus Kunami :(

Azar? naaaaa...

Sabem o que é que me deixa mesmo chateado?

O que me deixa mesmo chateado, é vir na auto-estrada ás 2h da manhã de uma 6a-feira, fim de uma semana cansativa e de repente sentir uma oscilação/barulho esquisito no carro. Parar e ver que ha um pneu furado! ora.. isto parece mau? ainda nem começou meus amigos!
1º Pensamento... Telemovel! NAO. NAO. NAO... telemovel SEM BATERIA!
2º Pensamento... Trocar o pneu! NAO. NAO. NAO... Nao sei onde anda a chave propria para soltar o pneu suplente!
3º Pensamento... Siga a 10km\h até onde o carro andar!
Após 5km a 10km/h parei o carro uma rua a baixo para nao dar nas vistas, vim para casa cansado/saturado/chateado/aborrecido/sem paciencia/whatever, abri a porta do predio e pensei: "deixa la ver quem me escreveu hoje"...3 cartinhas! ena!
EDP, EPAL e Millenium BCP.

Planos para o fim-de-semana:

Sabado: Arranjar uma cordinha e aprender a fazer uns nós jeitosos!
Domingo: Pendurar-me pelo pescoço sem nada por baixo dos pés!

Só comigo...

quinta-feira, 18 de outubro de 2007

continuo a questionar-me...

O que é pior:

sentir falta de pessoas e não saber noticias delas

ou

Não sentir falta delas mas estar sempre a levar com os seus problemas?

"wannabes"

I'm through with standing in line
To clubs we'll never get in
It's like the bottom of the ninth
And I'm never gonna win
This life hasn't turned out
Quite the way I want it to be

(Tell me what you want)

I want a brand new house
On an episode of Cribs
And a bathroom I can play baseball in
And a king size tub big enough
For ten plus me

(So what you need?)

I'll need a credit card that's got no limit
And a big black jet with a bedroom in it
Gonna join the mile high club
At thirty-seven thousand feet

(Been there, done that)

I want a new tour bus full of old guitars
My own star on Hollywood Boulevard
Somewhere between Cher and
James Dean is fine for me

(So how you gonna do it?)

I'm gonna trade this life for fortune and fame
I'd even cut my hair and change my name

[Chorus:]
'Cause we all just wanna be big rockstars
And live in hilltop houses driving fifteen cars
The girls come easy and the drugs come cheap
We'll all stay skinny 'cause we just won't eat
And we'll hang out in the coolest bars
In the VIP with the movie stars
Every good gold digger's
Gonna wind up there
Every Playboy bunny
With her bleach blond hair

Hey hey I wanna be a rockstar
Hey hey I wanna be a rockstar

I wanna be great like Elvis without the tassels
Hire eight body guards that love to beat up assholes
Sign a couple autographs
So I can eat my meals for free
(I'll have the quesadilla, on the house)
I'm gonna dress my ass
With the latest fashion
Get a front door key to the Playboy mansion
Gonna date a centerfold that loves to
Blow my money for me
(So how you gonna do it?)
I'm gonna trade this life for fortune and fame
I'd even cut my hair and change my name

[Chorus]

And we'll hide out in the private rooms
With the latest dictionary and today's who's who
They'll get you anything with that evil smile
Everybody's got a drug dealer on speed dial

Hey hey I wanna be a rockstar

I'm gonna sing those songs
That offend the censors
Gonna pop my pills from a pez dispenser

I'll get washed-up singers writing all my songs
Lip sync em every night so I don't get 'em wrong

[Chorus]

And we'll hide out in the private rooms
With the latest dictionary and today's who's who
They'll get you anything with that evil smile
Everybody's got a drug dealer on speed dial

Hey hey I wanna be a rockstar
Hey hey I wanna be a rockstar


rOckstar by Nickelback.


isn't this so truth? how come?

ahahah wanna be...

segunda-feira, 15 de outubro de 2007

Cultura nos pés!

Bem, não vou fazer aquele comentário ignorante que muita gente faz “ah, qual é a piada de ver 22 gajos a correr atrás de uma bola?”, mas sinceramente acho que o futebol é levado demasiado (“muitíssimo demasiado”, se é que se pode escrever isto dado o nível de cultura que a maioria dos jogadores têm), a sério!
É 1 desporto e como muitos outros, satisfaz as necessidades físicas de muitos mas daí a ter o papel que tem na sociedade de hoje, acho simplesmente ridículo!

Vamos lá a ver uma coisa: quem constrói 1 prédio, está a contribuir para o desenvolvimento do país (se não, ainda vivíamos em grutas ou tendas!). Essa pessoa arrisca a sua vida todos os dias, trabalha ás vezes muito mais do que devia e no fim do mês recebe uma merda de um mísero ordenado. E geralmente são os estrangeiros que fazem esse trabalho que muitos dos portuguesinhos nao querem fazer.
Depois temos o jogador de futebol, faz preparação física todos (ou quase) dias, tem milhares de fãs, faz campanhas publicitarias que dão milhões, alguns até escrevem livros, joga umas horinhas por semana e no fim do mês, toma lá 1 Mega-ordenado mais iva!! (que dava para eu me orientar por alguns anos a fazer a vida de pobre que faço!)
Não estou a dizer que os operários das obras deviam fazer campanhas publicitárias, nem que os jogadores deviam jogar tipo 12horas por dia sem treino, mas a discrepância é abismal!
Imaginem um trabalhador da obra, com o seu preparador físico, o seu massagista, o seu fisioterapeuta, chegar à obra de Mercedes, andar ali 2 horas a fazer cimento, depois sair da obra, tomar um banho, uma sauna, uma massagem'zita,sair dali para dar uns autógrafos e ir para entrevistas e espectáculos com a bela da mulher que nem falar português sabe.

Outra coisa que me chateia é o país parar quando há 1 jogo de futebol mais “aceso”, 1 derby por exemplo. Imaginem a cena: o país a ver um conjunto de operários do norte a construir 1 prédio mais rápido que uns algarvios, ambas as equipas a construírem na liga dos campeões da construção civil. TVs nacionais e internacionais, resmas de gente ao vivo, etc, etc. e no fim, ganha a equipa algarvia e durante 3dias só se fala nisso em todo o lado!

“Epá, o ótario do nº10 não havia maneira de passar o ultimo tijolo ao Casemiro!”
”Nem me digas nada! Nem sei como é que o Jacinto falhou aquele bocado de cimento, o passe do Tiburcio foi metade do trabalho feito.”
Ou então:
“Epá, a equipa construtora do norte, contratou um preto muito bom para guiar gruas!”
“Estou maravilhado com este director de obra, com esta táctica já ganhamos o campeonato!”
Enfim, mil coisas absurdas que se podiam dizer!

Na semana passada fui a convidado (só fui mesmo por ser convidado, nunca na vida que eu ia PAGAR para ver um jogo de futebol) para ir ver um jogo de futebol ao estádio.
Sinceramente senti-me muito estúpido a olhar para as bancadas do estádio e ver a cambada de dinheiro que eu faria se tivesse um estádio só meu e 22camelos para andarem ali a fingir que sabem jogar à bola.
Bem, a grande maioria das pessoas nem devem de ir ao ginásio no dia do jogo porque com a quantidade de saltos que deram durante o jogo, estava feito o exercício diário.
Culturalmente foi uma experiência muito enriquecedora. Aprendi que se podem dizer pelo menos 15 asneiras em 10 segundos e que tanto os jogadores em campo como o árbitro são quase todos filhos da mesma mãe!
O que mais me espantou, foi ver uma “Senhora” nos seus 40 e muitos anos com uma capacidade atlética nula a fazer comentários do género: “ÉS MESMO ESTUPIDO, PASSA A MERDA DA BOLA SEU CABRAO!”. Isto sim, um grande comentário, analisemos: Qual o primeiro nome do jogador em questão? Estúpido? Cabrão? E se ele realmente passasse a bola e falhasse? Que outro bonito nome teria? Só me apetecia ter dito: “Ó SUA FEIA, GORDA, VELHA, ASNEIRENTA E INCULTA… JÁ OLHOU BEM PARA A SUA FIGURA? AQUELE ‘ESTUPIDO’ ALI, TEM MAIS DINHEIRO, SAUDE E FAMA QUE VOCE ALGUMA VEZ VAI TER! DÊ-SE AO RESPEITO E JÁ AGORA, ARRANJE VIDA PROPRIA!”.

Resumindo, o que 1 jogador de futebol ganha é simplesmente um exagero, tudo bem que se lesionem e que acabem a carreira muito cedo mas jogam porque querem!
- Detesto ver o país parar por causa de um jogo, tipo, eles ganhem ou percam, eu não fico mais rico por isso nem mais bem sucedido profissionalmente.
- Odeio ouvir todo o mundo armado em treinador a mandar bocas a dizer que jogador A ou B é coxo ou que treinador fulano ou sicrano é um tolinhas e devia ser despedido.
- Mete-me raiva o Jogador ficar cada vez mais rico e eu cada vez mais pobre!

O futebol… Irrita-me!

domingo, 14 de outubro de 2007

vontades...

ás vezes tenho vontade de fazer coisas "fora do normal".

ontem apeteceu-me pegar num frasco com doce de morango, pao tostado e umas coca colas e ir-me sentar junto ao mar, ás 3h da manhã.

nao fui. faltou-me a ausencia da preguiça e companhia.

ja ha muitas coisas que faço sozinho que nao faria se a condição para o fazer fosse ter companhia e por isso ontem nao sei o que me impediu de ir com o frasco de doce para junto do mar.

sou uma pessoa dificil de entender.
nao só aos olhos dos outros, aos meus tambem.

pode ser que amanha encontre alguem semelhante a mim ou encontre o pensamento certo para me perceber.

quinta-feira, 11 de outubro de 2007

o meu truque para os momentos dificeis...

Desenvolvi um pensamento para quando estou a passar por um momento que eu considero mau, ou menos bom. um daqueles momentos em que quero que acabe depressa!

Tenho sempre em mente 2 palavras que depois desenvolvo e me lembro de tudo o resto:

" TUDO ACABA!!! "


Exemplos...

PROBLEMA:
estou no trabalho mas nao me apetece!(acontece muitas vezes)

SOLUÇAO:
1. Respirar fundo (respirar fundo ajuda muito. ajuda-nos a perceber melhor as coisas e a pensar com mais calma);
2. Lembrar-me que TUDO ACABA! tudo tem um fim e por isso no maximo dali a umas horas vou sair do trabalho. já vivi muitos anos até chegar áquele momento, por isso, aguentar mais "um pouco" nao custa assim tanto. podia ser pior!
3. Pensar em coisas para fazer depois do trabalho!


ok, talvez este nao seja um problema a sério, todos temos o trabalho ou a escola... vou tentar novamente.


PROBLEMA:
Estou doente e dói-me a cabeça e mais qualquer coisa. vou apanhar uma seca o(s) dia(s) todo(s) de cama!

SOLUÇÃO:
1. Respirar fundo;
2. Lembrar-me que TUDO ACABA! tudo tem um fim e por isso no maximo dali a umas horas/dias vou sair dali. já vivi muitos anos até chegar áquele momento, por isso, aguentar mais "um pouco" nao custa assim tanto. podia ser pior!
3. Pensar em coisas para fazer quando estiver bom! qualquer coisa que me distraia para nao me lembrar disso.



.... ja foi um exemplo melhor.mas mesmo assim vamos agravar a situação!


PROBLEMA:
estou no trabalho (mas nao me apetece) e para alem disso estou doente(dói-me a cabeça,a garganta e as costas). para piorar as coisas, estou com muito pouco dinheiro. para piorar ainda mais, tenho um membro da minha familia com um problema grave e estou preocupado.

SOLUÇÃO:
1. Respirar fundo;
2. Lembrar-me que TUDO ACABA! tudo tem um fim e por isso no maximo dali a umas horas vou sair do trabalho.as dores, nao duram para sempre, também vao passar. O dinheiro? tenho de ser paciente e esperar pelo fim do mês. O familiar? o familiar tem mais amigos e familiares para o ajudarem, e tudo se vai recompor. já vivi muitos anos até chegar áquele momento, por isso, aguentar mais "um pouco" nao custa assim tanto. podia ser pior!
3. Pensar em coisas para fazer quando sair do trabalho. qualquer coisa que me distraia para nao me lembrar disso.

pronto. mais ou menos isto! TUDO ACABA!

ter paciencia, esperança e acima de tudo optimismo.




neste momento estou ansioso pelo fim-de-semana. tambem posso aplicar esta maneira de pensar.

respiro fundo...
TUDO ACABA.
ESTA SEMANA VAI ACABAR.
demorei 21anos para chegar a ESTE fim-de-semana... é só esperar mais um pouco!
pronto. ja estou muito mais calmo. LOL

até à proxima e obrigado pelos comentarios!

terça-feira, 2 de outubro de 2007

Porque? what's the pOint?

porque é que o Homem quer sempre ser...

o primeiro;
o melhor;
o mais rico;
o mais inteligente;
o mais experiente;
o mais famoso;
o mais rapido;
o mais concorrido;
o maior;
o mais forte;
o que tem a melhor casa;
o que tem a mulher mais boa;
o que tem o melhor carro;
o que recebe mais;
o que faz ou é mais que o RESTO?

ó seu ANIMAL, porque é que nao te contentas com coisas simples?
porque é que tens de sonhar alto e nao te contentas com o que tens?
qual é a logica de provar que és superior?

otário!

segunda-feira, 1 de outubro de 2007

Lama, seu grande maluco. és o maiOr!

Perguntaram ao Dalai Lama o que mais o surpreende na Humanidade...

"Os Homens...
Porque perdem a saude para juntar dinheiro,
depois perdem o dinheiro para recuperar a saude!

Por pensarem ansiosamente no futuro, e,
esquecerem o presente de tal maneira
que acabam por nem viver o presente nem o futuro.

Vivem como se nunca fossem morrer...
E morrem como se nunca tivessem vivido!"

sábado, 29 de setembro de 2007

pReciso de um abraço grátis!

vou comprar umas cartolinas e uns marcadores, e um dia destes vou para o meio da rua fazer uma "free hugs campaign".

Ha por ai muita gente a precisar de um abraço!

segunda-feira, 24 de setembro de 2007

pergunta:

e se um dia a gravidade deixasse de existir?

era grave?

quarta-feira, 19 de setembro de 2007

quem sou eu afinal?

eu sou aquele que aos 21 já tinha carro, casa, emprego e alguns objectivos, um rumo!
mas nao estava contente.
eu nunca estou contente.
quero o que nao tenho, quero mais e quando tenho mais, ja nao é o suficiente.
entao um dia decidi largar tudo o que tinha e partir daqui para fora.
sair daqui em busca de algo mais.
ir em busca de algo melhor, de mais e mais e mais.
em busca de mim.
sem ninguem conhecido a julgar-me, poderia ser quem quisesse, pensava.
pelo menos poderia tentar.
pelo menos nao ficaria a questionar-me sobre a possibilidade de ter tentado e nao ter feito nada.
estava ali ao meu alcance.
decidi.
fui.
comecei do zero.
sem os amigos, sem a familia.
estava por minha conta para o bem e para o mal.
descobri.
descobri os outros.
descobri-me.
descobri alguns dos meus limites.
descobri algumas das minhas fraquezas e forças.
descobri-me num sitio longe do meu habitat natural. foi quase como reaprender a andar.
reaprendi a sobreviver.
descobri o que era o mais importante para mim.
LIBERDADE, em todos os sentidos: liberdade de expressao, liberdade de pensamentos, liberdade de escolha, liberdade financeira, liberdade de movimentos, liberdade de lutar pelo que quero, liberdade de ser quem quero e nao o que os outro pensam que seria o melhor ou só porque é correcto.
tambem descobri que deixei o meu coraçao para tras e por mais frio que seja por vezes, deixar o coraçao pa tras nao é facil após certo tempo.
eu quero ser EU.
decidi voltar ao "meu" país'zinho.
estou aqui para ser EU.
para me fortalecer e continuar a crescer pessoalmente.
continuo a querer mais, mas nao so dos outros, tambem mais de mim!
quero mais e mais e mais e quando tiver mais, vou querer mais.
nao, ainda nao chega, nao estou satisfeito.
talvez volte a partir.quem sabe?!
ainda nao estou contente e provavelmente nunca estarei.
mas agora sei o que é o mais importante para mim.
mudei, nao o suficiente mas bastante e mais do que era suposto.
aprendi.
cresci.
embora agora me sinta um pouco deslocado.
a mentalidade das pessoas por aqui é muito diferente.
mas nao me importo.
ah! esqueci-me de referir que voltei e nao só recuperei tudo o que tinha mandado ao ar para ir em busca de melhor, como encontrei melhor aqui mesmo!
sempre ouvi dizer que a sorte sorri aos audazes.
tive a coragem de arriscar.
nao correu mal.talvez algumas alturas tenham corrido menos bem, mas estou grato que tenham acontecido.aprendi com a experiencia.
faria tudo de novo.
sempre acreditei que as coisas boas, acontecem a pessoas boas, mais tarde ou mais cedo.
agora acredito que parte do que se dá, recebe-se de volta de alguma forma.
e ha coisas que simplesmente nao vale a pena preocuparmo-nos, se tiverem que ser, serão.
uma regra de como viver? tomar a decisao e nao olhar para tras. sem arrependimentos, sem medos.
estou muito satisfeito com a experiencia....mas claro, NAO O SUFICIENTE!
sempre fui, sou, e sempre serei Irremediávelmente Inconformado.
sou eu.
sim eu mesmo.
mas pelo menos tenho tentado mudar isso mesmo sabendo que nao vou conseguir.
nao desisti e nao me parece que vá acontecer num futuro proximo.
eu sou o Ricardo.

quinta-feira, 6 de setembro de 2007

questao muito importante...

de tempos a tempos sou assombrado por esta questao que um dia me lembrei e nunca encontrei resposta:

O que é que os funcionarios do Instituto de meteorologia falam quando nao ha assunto? do "tempo" nao deve ser de certeza... quais os desbloqueadores de conversa deles?

continuo a questionar-me...

sexta-feira, 31 de agosto de 2007

pequena duvida

ora...

dizemos sandeS, entao e isto é singular ou plural?

1sandE, 2 sandeS...ou 1 sandes, 2 sandeses?

tou confuso.

domingo, 12 de agosto de 2007

Breves pontos negativos das mães...

Bem, vou começar por criticar todas as mães(tipo a minha) q não são capazes de escrever uma mensagem escrita decente. do género, ela quer mandar msg para mim a refilar q eu n lhe telefono à mt tempo... o resultado da msg é algo assim:

"ola filho tudo bem mae ta boa tu n dizes nada tempo algum"
TRADUÇAO:
"Ola filho, tudo bem? a mae tá boa. tu ja n dizes nada ha algum tempo!"

e eu olho para aquilo e penso: "hmmm e escola nao?...what??? oq é q esta gaja quer? Fogo, nunca mais aprende a usar a porra da virgula, o ponto de interrogação, exclamação e o ponto final!"
....enfim, axo q n é a unica mãe assim, tenho uma amiga minha q tbm ja se queixou disso… mães!!
...
Outra coisa q me irrita é o facto de quando apresentamos a namorada à mae, oq é q vem logo á conversa??
mae:"ah, o meu filho qndo era pequenino fazia aquilo e n sei q…"
...
e se As(mãe e namorada)deixarmos juntarem-se em casa da mãe, logo logo aparece um álbum de quando eramos bébés.. depois vêm aquelas historias mtaaaaaaaaa velhiiiiiinhas q nos envergonham e pronto.. a nossa moral simplesmente saí e bate com a porta...

mãe:"tas a ver esta foto... aqui era qndo o ricardo tinha x anos. ele costumava brincar com uns carros assim e depois ia fazer aquilo..."
...

NAAAAAAAAAAAOOOOOO!!!

pior mas mesmo pior é qndo surge aquela foto em q ainda eramos recem nascidos e na altura de mudar a fralda, alguém se lembrou de tirar uma foto, todo nu!!!(foto da praxe!)

Epa! isso é mesmo para nos fazer sentir "pequeninos"!
só de pensar nisso chego a ficar sério! por isso aceitem este conselho, se tão a pensar apresentar a mãe á namorada, façam-no por telefone ou assim na rua mas algo q n dê mt tempo para conversas "do antigamente". Quer dizer, acho q isso é impossível n acontecer.. mas pronto, n custa tentar.
....
bem, acho q o post já vai longo.. por hoje chega de "bater nas mães".
...
ate á próxima.

R.

sábado, 20 de janeiro de 2007

passagem de ano? tens a certeza?

como nao podia deixar de ser, eu, tenho algo a dizer sobre a passagem de ano. e oq tenho a dizer é um grande NAO! nao gosto!....e voces pergunta "porque?", e eu respondo, porque nao tem logica nenhuma (promenor importante, eu funciono muito á base da logica!).
deixem-me explicar o meu ponto de vista:

Ora, um dia, ao contario do que se pensa, nao tem 24H certas! pois, entao se a contagem nao está certa, é claro que quem festeja a "passagem de ano" nao está a festejar na altura certa. e voces podem dizer "entao mas ha os anos bi-sextos(acho que nao é assim que se escreve mas nao me apetece procurar pela forma correcta) para alguma coisa!!" e eu respondo.. pois claro, mas assim sendo so de 4 em 4 anos é que festejam na altura certa! toda akela contagem do 10...9...8...7..6...5...BLABLABLA! tretas! mesmo assim, podem argumentar "nao é por alguns segundos errados que se deixa de festejar uma passagem de ano!"....e eu volto a responder...teem toda a razao, sim senhor. mas só uma duvida: porque é que nao se festeja a "passagem de estacao do ano"? ou a "Passagem de dia"???

ainda digo mais, e a questao do fogo de artificio? todos os anos o fogo de artificio é a mesma coisa, e todos os anos as pessoas vao ver e acham bonito e blabla. entao e que tal se gravassem em dvd e passassem no ano seguinte num ecra gigante? era mais barato nao?
isto leva-me nao só criticar aquele portugal que me viu nascer como todos os outros paises, mas portugal porque todos se queixam a toda a hora que nao ha dinheiro e depois nestas alturas(ja nao chega o "rombo" que foi o natal) e pimba fogo de artificio pro guinness(na ilha da madeira, ano 2006/2007...suponho q deve ter sido barato!claro claro...

nao sei, simplesmente nao vejo qual é a logica de festejar a passagem de ano. celebrar que estamos vivos mais um ano? entao e nao fazemos isso no nosso aniversario?...imaginando que uma pessoa faz anos a 30 de dezembro, celebra o ano 2 vezes! nao. definitivamente nao vejo a logica. para mim nao passa de mais uma desculpa para sair, beber, fazer merda e no final dar a desculpa que foi na passagem de ano!como se isso fosse uma desculpa valida.

mais uma vez devo ser eu que estou errado, porque todo o mundo pensa ao contrario.
foi so mais um desabafo...