segunda-feira, 25 de dezembro de 2006

a porra do nataL!


Ok... sinceramente o natal para mim nao significa coisa alguma!
A minha opiniao(e desculpem se ofendo alguem por ser demasiado directo), é que o natal é a epoca mais HIPOCRITA do ano inteiro.
Vejamos, durante o ano inteiro andamos(digo andamos porque tambem o faço, sou humano!) chateados, a dizer mal de alguem, por vezes ate deixamos de falar com certas pessoas, e chega o natal e por "magia" as pessoas ja são(Já nao me incluo neste grupo porque para mim o natal nao é desculpa para me reconciliar com ninguem) todas amiguinhas outra vez.

Ou entao, durante todo o ano fazemos o que queremos nao damos o devido valor a quem deviamos e chega o natal e toda a gente fica "sensivel" ao ponto de dizer "gosto muito de ti" a um amigo ou assim... pior só mesmo o facto de passarmos dias\semanas ou ate meses sem dizer nada a alguem, mas no natal, porque é "bonito" e "fica bem" decidimos escrever uma dakelas mensagens muito generalizadas que normalmente se resume a "boas festas" ou "um bom natal e um optimo ano novo" e entao vamos à lista telefonica do telemovel e enviamos para um monte de gente, independentemente de realmente estarmos minimamente preocupados onde essa pessoa vai passar o natal e\ou a passagem de Ano, é um mero acto para ficarem bem vistos.

Isto de mandar mensagens faz-me lembrar outro ponto muito importante que é a questao monetaria...durante o ano "ah recebo pouco, o ordenado nao dá pra isto e para aquilo" e chega o natal(e para alguns o respectivo subsideo)e o que é que o povinho faz? Gasta em prendas.... (o que me leva a pensar "é impressao minha ou ha um grande problema de gestao financeira algures? bem agora lembrei-me se nao houvesse esse problema, eramos todos ricos!)...continuando... prendas, entao mas o natal nao devia ser uma epoca passada em familia a cima de tudo?...pois promenores. o importante hoje em dia é que as criancinhas tenham playstations, televisoes e dvds no quarto, telemoveis de 3a geracao, enfim, tudo do bom e do melhor porque sao crianças certo? (o que é que se passa, sou eu que tou a ficar velho ou isto esta a tomar um rumo um pouco esquisito?)...

Enfim, acho que o natal é cada vez mais uma epoca materialista, e uma grande desculpa para nos tornar-mos mais humanos quando oferecemos e dizemos certas coisas, mas no fundo estao a ser só falsos. Porque:
- As pessoas realmente simpaticas e que se preocupam durante o ano inteiro, nao precisam do natal para nada. As que sao antipaticas e\ou nao se preocupam durante o ano inteiro, no natal sao falsas por estarem a forçar algo que não sao;
- As familias unidas (acredito que haja) se sao unidas durante o resto do ano, nao precisam do natal para nada. As que nao sao unidas, no natal estao a ser falsas ao fingirem que realmente sao uma familia porque jantam ou almoçam todos juntos;



















Ja para nao falar na mascote... o Pai natal.
Ha coisas que eu realmente nao entendo. Porque é que se chama PAI natal... e porque é que se parece mais com AVÔ natal?
Bem em ingles diz-se "SANTA CLAUS que vem de "Saint Nicolas"(Santo Nicolau). Explicação segundo a wikipedia, versao inglesa.
Segundo a historia ele foi promovido a Santo de pois de oferecer ouro a quem estava em dificuldades financeiras varias vezes... (epah, vinha mesmo a calhar, tou mais teso que um carapau congelado!) agora a sério, acho isso uma injustiça, entao e robin hood? só porque ele roubava aos ricos ja nao é promovido a santo? ta bem... o pai natal deve ter pais ricos ou uma maquina de fazer dinheiro!
Outra coisa que nao percebo... é a piada de o gajo ser barrigudo e entrar pela chaminé enquanto o pessoal ta a dormir... pela chaminé?? epa, nao era muito mais simpatico o gajo bater á porta? ate podia dar autografos aos putos e dar beijinhos ás gajas boas....enfim, burro!
Já para nao falar que agora de ha uns anos para cá, o gajo anda a beber coca-cola, que belo exemplo para os putos, aquilo faz lhe mal, ele é velho!(Agora ocorreu-me que ele anda a fazer anuncios para ganhar uns trocos, se calhar nao tem a tal maquina de fazer dinheiro!)
E porque é que o gajo nao morre?
o que é que ele tem a mais que eu para ter direito a ser velho pra vida toda e mais além?
entao e ele já nasceu assim velho? nunca vi fotos dele em pequenino na net...
e o gajo fala as linguas todas? ou tenho que escrever a carta para ele em LAPONÊS?(palavra derivada de LAPONIA, terra do pai natal, segundo a wikipedia versao BR, ja vao ler mais em baixo!)
...duvidas que vou ter para sempre!

Link Wikipedia Ingles - http://en.wikipedia.org/wiki/Santa_claus
Link Wikipedia Portugues (brasil) - http://pt.wikipedia.org/wiki/Papai_Noel

Promenor engraçado, vejam tambem:
http://pt.wikipedia.org/wiki/Papai_Noel#A_frase_.E2.80.9CFeliz_Natal.E2.80.9D_em_v.C3.A1rias_l.C3.ADnguas
naveguem para baixo e leiam onde diz: "O Pai Natal da Lapônia" e "As Renas do Papai Noel".
(Escritorio do pai natal??? será que ele também tem email ou site?...e renas que voam? Epah, inventam com cada uma!)

Mas pelo que vi no dicionario, o natal é uma festa religiosa para celebrar o nascimento de Jesus, o que me leva à seguinte conclusao:
- Os crentes, sao crentes todo o ano, e para celebrar um nascimento nao precisam de oferecer prendas uns aos outros, nao sao eles que fazem anos!!! Os nao crentes, lá está, nao precisam do natal para nada porque se nao acreditam, nao vao festejar nada!


Bom, estes pontos todos levam-me a deduzir que o natal é, nada mais nada menos:
- uma epoca onde a maioria nao trabalha;
- gasta-se dinheiro desnecessario em prendas,
- tem-se uma desculpa para dizer a alguem que se gosta dessa pessoa;
- engana-se os putos com a velha cantiga do pai natal(penso que é uma pequena vingança, tipo praxe!);
- quanto ao pai natal, para alem de ser um velho que estinguiu a raça "renas voadoras" também acho que nao é bonito mentir aos putos que se portam bem o ano inteiro e lhe escrevem cartas.

Provavelmente escrevi muitas ignorancias neste texto tao grande, mas é para isso que ha varias pessoas, porque nao somos todos sábios.
...apeteceu-me desabafar!

Bom natal(seja lá isso o que for) e Até breve,
Axe